domingo, 10 de julho de 2011

Suave

Pra fazer você feliz, é preciso ler suas entrelinhas, numerar seus capítulos, respeitar suas margens. Pra fazer você feliz, é preciso dedilhar seus acordes, cantarolar seus compassos, saber ouvir cada nota dessa partitura que é você. Pra fazer você feliz, é preciso desvendar suas cores, tecer suas telas, harmonizar seus traços.

Merecer você é uma aventura quase mítica. Um caçar tesouros pelos territórios inexplorados do seu ego. Pra merecer você não basta amor, não basta desejo. É necessário cerrar os olhos e mapear seus vales, seus desertos, seus oceanos. Pois você é um universo inteiro de sabores ocultos, de estrelas cadentes, de humores abruptos. 

O que você precisa para se dar é tanto, e é tão pouco. Você precisa de alguém que o escute, especialmente no silêncio. Alguém que segure sua mão no nevoeiro, e que se deixe guiar ao sol. Alguém que toque mais do que a sua pele. Alguém que veja você de olhos fechados. Alguém pra dividir seus sonhos, pra contar grãos de areia, pra espantar seus medos.

O que você precisa pra ser feliz é alguém que o proteja da chuva, que compreenda a lágrima, compartilhe o sorriso, adivinhe o menor dos desejos. Basta alguém que o note de verdade, o que você é, o que você ainda será. Alguém que acredite que você pode, que você é capaz. Alguém que o deixe livre, que não o castre, que o prenda apenas pelo coração. 

O que você precisa pra ser feliz é alguém que confie em você no escuro e na ausência. Alguém que diga mais do que qualquer frase feita. Alguém que sinta você apesar de tudo, apesar do mundo, apesar de você mesmo.

O que você precisa pra ser feliz... sou eu!

Um comentário:

RJr disse...

O que dizer depois de um texto maravilhoso desse? Sem palavras, Giselle! Fico com essa frase na cabeça: 'O que você precisa para se dar é tanto, e é tão pouco'. Lindo!

Ler nas entrelinhas é tão fácil..mas alguns complicam..insistem em não entender. Beijão