quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Essa tal Inspiração


De onde vem, ninguém disse. Por onde se esconde, só eu consigo saber. Está sempre comigo, como uma doença crônica. Mas, me deixa solta ao vento quando menos espero. É um café, um passeio, um cinema. E esquece de mim feito peça de quebra-cabeça que não se importa em montar.

Só volta quando a diversão acaba, suja e cansada, essa inspiração. Mas esquece que não pode me abandonar nunca. Que está presa a mim, mesmo quando não está aqui.

Nenhum comentário: