domingo, 9 de outubro de 2011

A sombra

...e você volta com essa falta de constância. Com essa displicência tão sua. Com essa distância tão íntima. Tão próxima. E eu, tão séria, tão dona de mim mesma, já não sei mais o que fazer...

Nenhum comentário: