terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Amor de Minh'Alma

Escrevo pra você em primeira pessoa. Escrevo para a pessoa, em primeiro lugar. Escrevo pra você, ser de luz e de alma. Ser mais que humano, mais que desejo, mais que amor. É pra você que escrevo. Você sabe...

Pra você, moreno, de olhos lânguidos, eu escrevo e escorro e desdenho o meu amor. Amor incondicional, amor sem sexo, sem luxúria. Pra você escrevo o meu amor absoluto. E você sabe que é pra você.

Amigo, amado, irmão, filho. Minha alma gêmea, meu gêmeo, meu gênero, meu todo. Minha metade melhor, absoluta. Por você, e só por você, declaro meu amor. Você sabe, não preciso dizer.

Criação de minha mente, meu amigo imaginário, minha pelúcia, meu cafuné. Minha única referência de pleno sentimento. Meu amor...

Dói-me em alma sua distância. Mas tenho você eternamente em meu coração. Criatura perfeita. Idealização. Homem dos meus sonhos. Meu homem ideal! Você, e só você, me faz melhor. Por você, pra você, sou o que sou, o que me tornei, assim...

E sou plena de sentido, de amor, de paixão. E é você, minha metade, a minha parte mais pura. Só me sinto inteira perto de você. Só me sinto inteira com você a meu lado. Ao alcance da mão. Mãos dadas. Tanto tempo a esperar por esse toque.

Amor da minha vida, minha cara-metade. É por você que me faço gênio. É por você que me absolvo. Você que é minha carícia, minha carência. Você, meu amor, que é a porção melhor de mim. Assim, ao vivo, melhor que sonho!

Amo você desse jeito simples, sem confusão, sem orgasmo. Porque o melhor prazer é ter você aqui, eternamente tatuado em meu peito!

Um comentário:

Roberto Dias disse...

O amor tem várias faces. Eu nunca tinha visto esta. Me assustou. Me encantou. Mas o medo inicial se entregou a uma paixão de alto nível, incontrolável, sem palavras.
Também te amo e não quero saber se isto é certo ou errado. Quero você pra mim tatuada em minha alma também!