domingo, 7 de julho de 2013

De Passagem



Precisei de oxigênio e encontrei a rua. Havia o ar quente da noite. Havia a tensão da tempestade que vinha. Havia o relâmpago no céu. Havia gente ao redor, barulho ao redor. Havia alguém ao lado respirando o mesmo ar que eu.

Precisei de espelho e encontrei o sorriso. Havia a conversa interessante. Havia o compartilhar sem medir força. Havia o vinho e a esquina. Havia a mão estendida procurando a minha num afago de afinidade.

Precisei de sentido e encontrei o toque. Havia o carinho suave. Havia a pele macia. Havia o beijo e o sussurro. Havia o abraço e o descanso. Havia o amanhecer entrando pela janela enquanto o sono se aconchegava.

Precisei de mim e me encontrei sozinha. Havia um só reflexo, e era o meu. Havia um só sossego, e era o meu. Havia o silêncio e a chuva. Havia a calmaria e a deriva. Havia menos do que antes. Havia o agora. O depois já não há.

Nenhum comentário: